quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Lançamentos 2007 | Edição 6 | Luís Costa - Demo - "...So Said The Mute"

Luís Costa é actualmente um dos melhores músicos nacionais, já o tinha dito e mesmo assim não me canso de o dizer de novo. A sua (ainda) curta carreira musical é já seguida de perto por muita gente, sendo inclusive uma referência para muitas dessas pessoas. “…So Said The Mute” é a sua terceira demo e o seu mais recente trabalho, e é na minha opinião um trabalho fenomenal. Um trabalho onde os sentimentos falam mais alto, constituído por músicas que despertam sentimentos, sentimentos em forma de músicas. Já por altura do seu lançamento, O Marsupilami falou sobre este trabalho: "São mais setes canções, sete experiências sonoras, que nos transportam para um mundo de fantasia e magia. A partir do momento que pressionamos play, como que levitamos ao sabor da melodia contagiante que as guitarras debitam, que por sua vez acompanham o ritmo de uma batida suave, como só Luís Costa sabe fazer!” Simplesmente: mágico!

E agora, algumas palavras de Luís Costa:

"Esta minha última demo – "...So Said The Mute" - representou para mim uma grande evolução em relação à anterior, não só a nível de composição mas principalmente ao nível dos arranjos e do cuidado dedicado aos mesmos. Desde o início, a única premissa com que parti para a composição e gravação destas músicas foi a de convidar outros artistas que tinha conhecido nos últimos 2 anos através da internet, de maneira a conseguir alcançar diferentes sonoridades que sozinho nunca conseguiria. Tive a sorte e o privilégio de poder contar com a colaboração de músicos incríveis que eu muito admiro, nomeadamente a Filipa Vale no violino, o Tiago Benzinho nos arranjos de cordas, o Afonso Cabral (dos Voodoo Economics) na voz e o João Santos (dos Khorda) nos samples e "background noises"; todos eles deram o seu cunho pessoal aos temas em que participaram, transportando-os para uma nova dimensão que eu nunca sonharia.
O título e o conceito da demo só surgiram já perto da fase final, quando procurei algo que unificasse todos os temas; a conclusão a que cheguei foi que o único denominador comum entre eles era simplesmente o facto de serem uma representação de vários sentimentos e estados de espírito meus, e de serem portanto a minha forma de me expressar, sem palavras. O título "...so said the mute" não se reduz no entanto à minha experiência pessoal mas pretende ser um tributo a todos aqueles que encontram formas criativas e artísticas de expressarem os seus mais íntimos desejos, medos, alegrias e frustrações, e que tornam um bocadinho menos solitária a vida de quem com eles se identifica."


...So Said The Mute
Demo
Luís Costa
Edição de Autor
Maio 2007


Sem comentários: