terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Opinião | Sabe-se Que Eles Vêm Para Ficar

Ora bem, as conversas têm destas coisas, damos por nós a jurar e a prometer que acreditamos em novas gerações de músicos. Os realmente bons que gostamos, de outrora, desmembram-se ao chegarem perto dos actuais, que nos dão lembranças de coisas tão boas. Depois reparamos no esforço e nas coisas todas envoltas e percebemos a realidade da nossa pequenez, que neste momento é uma pequenez igual à de qualquer outro. Ligamos o computador e temos tudo à nossa mercê, tudo! Podemos saber o que cada pessoa está a fazer do outro lado do mundo. Então porquê teimar em fazer as coisas à português? Esta expressão tem de deixar de existir. Estou determinado! Havemos de ser melhores e maiores, esta geração, estes corpos que se movimentam perdidos com tantas coisas que lhes chegam aos ouvidos, perdidos em processamento de ideais que não são mais que blocos de crenças facilmente desmontáveis. Se apelarmos à massificação teremos pelo menos algo mais, se acreditarmos teremos tudo aquilo em que verdadeiramente acreditamos. Talvez não seja o imediato mudar o mundo mas mudar um de cada vez. Se um só for já estará a tarefa cumprida.

Texto: Davide Lobão
email: davidelobao@hotmail.com

Sem comentários: