quarta-feira, 19 de agosto de 2009

NA GRAFONOLA DO MARSUPILAMI | doismileoito

No regresso às conversas, o marsupilami falou com uma das grandes promessas do rock nacional. Eles são um trio da Maia, chamam-se doismileoito e editaram em 2009 o homónimo álbum de estreia da banda. Foi precisamente essa, a principal desculpa para a conversa sincera que podem ler já de seguida.

eleva_1000

Antes de mais, quem são os doismileoito?

Os doismileoito são três rapazes da Maia, no Porto: o Pedro, o André e o Nicolau.

Agora um pouco da história dos doismileoito, ou seja, como e quando é que tudo começou?

O Pedro e o André já se conheciam da escola secundária. Conheceram o Nicolau numa jam session duma escola de música da Maia. O Pedro, que tinha umas ideias gravadas em casa, telefonou ao Nicolau e foram ter com o André à cave dele, onde ainda hoje ensaiam. Isto foi em 2005.

Vocês tiveram uma ascensão “meteórica”, assinando mesmo por uma major, a EMI. Como é que tudo isto aconteceu?

Não sei o que temos nós de meteoro, mas chegámos à EMI através do TMN Garage Sessions, que vencemos. Um dos prémios era editar um disco pela EMI. Na editora gostaram de nós e quiseram ficar connosco mais tempo.

Uma curiosidade minha: mudou alguma coisa nos doismileoito, desde que entraram para a EMI?

Na nossa música só mexemos nós, continuamos a fazer as nossas capas e cartazes e a escolher o que vestimos. A EMI promove, divulga, arranja-nos entrevistas, exposição, parcerias, etc. É verdade que também têm o nosso bebé nas mãos, mas estamos a aprender a deixar isso acontecer: a deixar outras pessoas trabalharem pela nossa música. Aconteceu com o vídeo da 'Bem Melhor 12200074'. Custou e houve discussões, mas no fim ficámos contentes com o resultado. Entendemos estar numa major como uma oportunidade e vamos agarrá-la.

cubiculo_1000

Acabaram de colocar o vosso tão aguardado álbum de estreia cá fora, já fizeram a apresentação do mesmo em Lisboa e no Porto. Como têm corrido as coisas? O feedback como tem sido?

Estamos muito contentes porque o Musicbox estava bem composto e o Plano B esgotou. Ficou gente cá fora e tudo! Agora que temos o álbum sentimos que temos algo a defender. Antes do álbum as pessoas dificilmente nos conheciam e não podiam levar a música para casa. Agora já podem conhecer e ouvir o álbum. Além disso, temos recebido muitos comentários positivos pela internet, o que nos dá sempre muito alento.

Sobre o vosso álbum, era assim que imaginavam o vosso registo de estreia? Se alguma vez tinham pensado nisso…

Nunca imaginamos como seria. Foi crescendo e apareceu. Se tivesse sido gravado uns meses antes ou depois seria com certeza diferente. Não é premeditado… mesmo se for um bocadinho, nunca é muito controlável.

O que esperam que as pessoas tirem do vosso som, das vossas músicas?

Primeiro, que gostem das canções e que elas ganhem significado na vida delas. Que as usem como quiserem. O Tom Waits diz que as canções são canivetes suíços. Cada um encontra as funções ou significados que entende nelas. O importante é as coisas terem significado.

Onde se inspiram os doismileoito?

No dia-a-dia. Nos amigos, nos pais, nas namoradas. Mais do que em música. Mas claro que a música de que gostamos dá vontade fazer mais música. Esperamos ter esse efeito em outras bandas, também.

Sobre a língua em que cantam, o português, foi sempre a primeira escolha? E, acham que vos poderá trazer alguma vantagem, pelo menos no nosso país?

Apesar de cantar em português desde o início, na verdade temos uma música em inglês dos primórdios da banda, mas rapidamente nos apercebemos que o português era o que fazia sentido. Somos portugueses e tocamos em Portugal. As letras conseguem ir mais fundo sem as ideias serem filtradas por outra língua, e chega-se mais rápido às pessoas. Percebem-se imediatamente as palavras e a voz não é só mais um instrumento. Acreditamos que conseguimos furar melhor se cantarmos em português, apesar de isto não ser algo premeditado.

carate_650Qual é a vossa opinião em relação à importância que a internet tem tido sobre a música? Acham que trará mais vantagens ou mais desvantagens para uma banda como os doismileoito?

Nós temos: site oficial, blogue, myspace, canal de youtube, facebook, twitter, lastfm… achamos que isto responde à pergunta!

Qual é a vossa opinião em relação ao actual panorama musical nacional?

Estão a aparecer bandas novas que têm muito para dar, muito por onde crescer. Há mais coisas diferentes umas das outras e mais pessoas a cantar em português. Nós próprios ouvimos muita mais música portuguesa do que há quatro anos atrás.

E em relação ao actual estado geral da nação?

Em Portugal vai-se sempre andando…

E agora, o que se segue? Por onde passa o futuro dos doismileoito?

A curto prazo, passa por dar muitos concertos. Chegar a muita gente e ganhar experiência em palco. Melhorar o concerto, tanto para nós como para o público. E já temos alguns esboços de músicas para o segundo álbum.

arvore_1000

Curiosidades:

Como surgiu o nome doismileoito?

Apareceu e habituamo-nos a ele. Pode ter o significado que cada um quiser, ou nenhum em particular. Não tem nada a ver com o ano nem - porque apareceu em 2005 - com uma ideia de futuro. Não queríamos especialmente que o álbum saísse em 2008. O ano passado mudámos a forma de escrever o nome. Aparecia em números e agora aparece por extenso, sem espaços. Os números davam muita confusão nos cartazes e flyers.

Quais são as vossas influências?

No outro dia, depois de um concerto, um senhor disse que fazíamos lembrar um pouco de tudo e, ao mesmo tempo, nada em particular. É assim que queremos continuar. Individualmente e entre os três gostamos de coisas muito diferentes. Temos passados musicais bem diferentes mas caminhamos na mesma direcção.

Que bandas nacionais têm ouvido?

Tiago na Toca, peixe:avião, João e a Sombra, Foge Foge Bandido e Oioai.

Qual a vossa personagem de banda desenhada preferida?

Preferimos não responder a esta pergunta.

Myspace dos doismileoito

Sítio dos doismiloito

Sem comentários: