quarta-feira, 16 de novembro de 2005

Este país...

Será que vale a pena viver, lutar neste país? Sinceramente não sei responder, não sei que pensar, não sei que fazer em relação a isso.
Eu gosto deste país, há coisas lindas neste país. Foi onde nasci, onde foi educado, bem ou mal, foi onde cresci. Foi onde descobri tanta coisa, onde apreendi e continuo a apreender tanta coisa. Foi onde estudei, onde tive o meu primeiro emprego, onde dei o meu primeiro beijo, onde me apaixonei...
Mas agora faço a mim mesmo esta pergunta vezes sem conta.
Este país está mesmo muito mal, e o que me preocupa mais ainda, é que parece não ter cura, parece ter apanhado uma doença terminal, que com apenas um milagre se salva. Toda a gente rouba toda a gente. Mais parece que estamos num concurso chamado “Quem é que rouba mais?”. E neste concurso, quem roubar mais recebe prémios, muito prémios, fica muito popular, porque claro está dá na tv, e pode confessar todos os roubos até então conseguidos, que não será de maneira nenhuma preso…
Será que as pessoas deste país perderam a moral? Perderam tudo aquilo que é bom? Será que ainda não perceberam que estão a colocar este país-á-beira-mar-plantado, á beira do abismo? Que é preciso acontecer mais?

Sabem uma coisa? Eu acho que só com uma revolução, é que a gente deste país acordará… Estão todos a dormir, ou então a fazer que dormem… Digo mais, se houver revolução, e eu ainda não tiver “dado á sola”, estarei na linha da frente…

Sem comentários: